Performances

1/9

D​ESIDERIUM

Desiderium quer dizer desejo em latim. Gaiolas redondas, feitas em metal e filó são penduradas em uma grande árvore de galhos frondosos. Pássaros são aprisionados nestas frágeis gaiolas, onde há apenas um lugar para se equilibrarem. Após algum tempo são soltos e alimentados criando um contexto conflituoso de cativeiro e dependência, liberdade e comodidade. Alguns voam, alguns permanecem. A ação vai sendo construída dentro da própria ação. Há a escada, o público interagindo, os sons. As gaiolas pernoitam  quase destruídas, pendendo vazias na noite. "Strange Fruits".

Desiderium foi realizado em 2006 no Museu da República - Rio de Janeiro, na Exposição" Jardim Das Delícias"- Performances, curadoria de Isabel Portella, Alexandre Sá e Daniela Mattos.

Photos by Wilton Montenegro, Hileana Menezes Carneiro e André Alvim

1/4
ME DESCULPE - ​​ "FORGIVE ME" 

Video Installation  2004,  digital video 4 " / looping, Sempre em um local fechado.

Filmada dentro de uma cela-cofre, onde a artista está aprisionada, nua, com a cabeça coberta  ocultando-lhe a identidade e privando-a de visão. Ela está inicialmente ajoelhada e se levanta tentando sair desse lugar, tateando devagar, se arrastando, num movimento circular nas paredes de fundo desta prisão. O áudio é composto de sons de água, de fogo, de bichos, de subterrâneo.​ Realização do vídeo: Clarisse Tarran, Júlio Rodrigues e Mauro Espíndola  Edição: Carlo Sansolo

Video Installation  2004,  digital video 4 " / looping. 

The artist is imprisoned, with the head covered for a cloth, occulting her identity and depriving her of vision. She is initially on her knees and raises touching the wall slowly, trying to leave this place, dragging in a circular movement, continuous and useless.

"Forgive Me" was conceived from the memories of the artist about the atmosphere of the Brazilian dictatorship and the press notices and images in 2004; the prisoners and hostages in Iraq and the Brazilian arrests. The video makes reference not only to these physical captures, as also to our internal bilges and mainly, to the contemporary condition of human being.  Execution: Clarisse Tarran, Júlio Rodrigues e Mauro Espíndola  Edition: Carlo Sansolo​

1/10
“IMAGINÁRIA”

Criada em 2010 a artista se transforma na imagem da pintura “Revèrie” (Onírica), de Hipollyte Lezèrges, feita em 1884 (pertencente ao movimento dos  Orientalistas). A partir da semelhança física entre as duas e a mesma origem oriental, a artista se coloca diante da imagem, com um espelho atrás e alguns objetos, conforme a pintura. Nessa transformação, os pensamentos poéticos sobre o que está ocorrendo vão sendo escritos na cena.

1/9
“BERÇÁRIO”

Berçario é uma instalação de objetos e sementes de lã Merino, que criam um "berço" para uma experiência sensorial. Neste dia no MAM-Rio de Janeiro, Domingos Guimaraens interagiu, enquanto a artista lia um texto de Lygia Clark em homenagem ao seu aniversário..

1/9
“ARTISTA JOVEM”

A "artista jovem" é uma performance que atua no Bloco Bienal Político de artistas VADE RETRO e de suas AÇÕES EM BLOCO, como no projeto TRANSPERFORMANCE para o OI FUTURO, curadoria de Lilian Amaral.

A artista jovem é uma paródia com a super valorização de jovens no mercado de arte e do comportamento destes e do sistema curatorial.

"ABARCA"

Urca ( Clarisse Tarran e Eduardo Mariz)

A performance traça uma metáfora com os intensos êxodos de pessoas em situação de risco, atualmente observados entre regiões da Ásia, África e Europa. Identificado como um significativo sintoma da contemporaneidade, fluxos emigratórios arriscados em viagens com situação de transporte precário e ilegais como esses, ocorreram ao longo da história.  A busca por um lugar seguro, pela sobrevivência ou pelo simples direito de ser e de estar se revelou desde sempre um aspecto comum ao homem, narrando o drama da conquista de territórios desde os primórdios. 

Em ABARCA, os performers oraram junto ao público e ao mesmo tempo 22 oracões de diversas religiões e negociaram através de gestos e palavras seus lugares numa barca que será simulada a partir de peças soltas e posicionada no centro do tablado da Galeria Transparente. 

02